7 recursos didáticos para ensino da matemática

7 recursos didáticos para ensino da matemática

Tempo de leitura: 4 minutos

O ensino da matemática está cercado de desafios. Afinal de contas, ela é uma disciplina abstrata. Então, como conseguir desenvolver determinadas habilidades e despertar, ao mesmo tempo, o interesse dos alunos?

Pensando nisso, trouxemos 11 competências matemáticas que precisam ser trabalhadas em suas turmas e os principais recursos para fundamentar a sua prática protagonista.

DICA 1) Os sólidos geométricos

Para trabalhar os sólidos geométricos, não há recurso melhor do que o conjunto de sólidos geométricos da MMP.

Fonte: MMP materiais pedagógicos

Ele vem com 11 peças diversificadas e é útil, inclusive, para utilização nas aulas online – facilitando a visualização dos conceitos de faces, vértices, arestas…

Como os objetos são de plástico, é possível marcar com caneta de quadro branco, dependendo da sua intencionalidade pedagógica.

Uma boa proposta é mostrar o sólido ao aluno e pedir que ele identifique os objetos parecidos que possui em casa.

DICA 2) Fração

A Barra de Frações da MMP é um recurso poderoso para trabalhar a noção de pedaços e fragmentos. Ela é composta de várias peças, montáveis e desmontáveis, que dividem o número inteiro em partes diversas.

Fonte: MMP

Os números vão de 1 até 1/12.

DICA 3) Par e Ímpar

Para explorar o conhecimento que os alunos possuem sobre números pares e ímpares, nossa sugestão de atividade é a Escala Cuisenaire.

Fonte: MMP

A Escala é composta por barrinhas coloridas que representam quantidades referentes do 1 ao 10. Para o aluno saber se um número é par ou ímpar, basta completar o número que se deseja descobrir com barrinhas vermelhas (que representam o número 2). Caso as barrinhas vermelhas sejam suficientes para completar o número escolhido, ele será PAR. Por outro lado, caso seja necessário usar uma das pecinhas brancas para inteirar o preenchimento, este número será ÍMPAR.

DICA 4) Composição e Decomposição

Quando você se deparar com uma situação em que é necessário ensinar a composição e decomposição de números para as suas turmas, vale a pena apostar nas Fichas Escalonadas ou Sobrepostas.

Fonte: MMP

Através dessas fichas, o aluno irá compreender a representação de unidades, dezenas e centenas, descobrindo que um mesmo número pode ocupar diferentes valores, dependendo da posição em que se encontra.

DICA 5) Interpretação de problemas

Muitas professoras se deparam com alunos com bastante dificuldades para entender o enunciado dos problemas matemáticos, seja na hora de realizar a operação, seja na hora de identificar o que o problema está pedindo. Nesses casos, uma boa indicação de atividade é o uso da Sacola Matemática.

A Sacola Matemática nada mais é do que uma sacola em que você coloca diversos enunciados para que a criança sorteie um e tente encontrar a solução.

DICA 6) Cálculo Mental

A habilidade de fazer contas mentalmente ajuda a criança a assimilar o sistema de numeração e as propriedades das operações.

Um recurso muito potente para esse tipo de aprendizado são os Números Móveis e os Dados.

A professora protagonista pode pedir para as crianças tirarem uma numeração do saquinho dos Números Móveis ou jogarem dois dados e, de acordo com a numeração que sair, desafiá-los para que façam uma determinada conta de cabeça. O aluno que resolver primeiro a questão de forma correta, ganha a rodada.

DICA 7) Valor real e valor absoluto

Os algarismos que utilizamos para escrever os números têm sempre um valor absoluto e um valor relativo (posicional).

Uma ferramenta interessante para demonstração dessa competência são as Fichas Escalonadas. Elas são sempre uma ótima opção, porque tornam possível que a criança visualize como o valor real se altera à medida que o número se movimenta.

Outra possibilidade, é a representação no QVL (Quadro Valor de Lugar) para tornar o conceito perceptível para as suas turmas.

Essas 07 (sete) dicas não se esgotam por aqui e devem ser exploradas na criação de novos recursos pedagógicos que sejam válidos ao seu contexto escolar.

A criança precisa manipular a ideia para interiorizar o conceito. Por isso, quanto mais concretos e visuais forem os conceitos matemáticos, mas fácil tornamos o processo de abstração da criança para que, em um futuro breve, ela não dependa mais do material físico.

Por fim, se esse conteúdo fez sentido para você e você se interessa por ideias práticas do assunto, clique aqui e conheça o MAP – Matemática na Prática.

Gostou? Então, curte e compartilha!

Siga @clarissapereirapedagoga nas redes sociais. Lá nós damos dicas todos os dias para deixar a sua prática de sala de aula mais leve e doce.

Grande abraço,

Iara Rodrigues

(Texto redigido por Iara Rodrigues e revisado por Daiane Garcia).

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *